poder de uma mulher

O poder de uma mulher não se mede por uma atitude. Da mesma forma, o poder de uma mulher não deve ser resumido a um dia. O Dia Internacional da Mulher foi instituído em 1975 pelas Nações Unidas de forma a simbolizar mais de um século de luta por direitos e a igualdade. Atualmente este dia é celebrado para recordar as vitórias que as mulheres por todo o mundo conseguiram até agora nas mais diversas áreas.

o poder de uma mulher
O dia 8 de Março serve para lembrar o poder de uma mulher ou de todas as mulheres. Das mães, das irmãs, das filhas, das esposas, das colegas de trabalho, das amigas. O poder de uma mulher ao acordar todos os dias e travar batalhas que mais ninguém entende se não ela própria. Batalhas que vão para além de um dia em que o guarda roupa parece não ajudar, em que o cabelo parece ter vida própria, ou em que o dia parece ter conspirado para que a melhor opção seja ficar na cama.

O dia 8 de Março serve para lembrar o poder de uma mulher que mesmo antes de sair de casa já cuidou de 3 filhos, o poder de uma mulher que foi pela mesma rua apesar de saber que tem de lidar com comentários machistas, o poder de uma mulher que conseguiu fazer um trabalho “de homem” sem a ajuda de ninguém, o poder de uma mulher que já ouviu centenas de “nãos” mas continua a imprimir currículos, o poder de uma mulher que mesmo sem paciência consegue educar uma criança…

No Dia Internacional da Mulher celebra-se um ser magnífico e complexo que em muitas partes do mundo ainda não conquistou praticamente direitos nenhuns e que nas restantes, aos poucos, vais conseguindo conquistar igualdade.

Estas mulheres estão ao nosso lado todos os dias, por isso mime-as para além do dia 8 de Março.  🙂